02/07/18 Negócios # , , ,

Abrir uma franquia ou começar meu próprio negócio: qual a melhor opção?

Abrir uma franquia ou começar meu próprio negócio: qual a melhor opção?

As franquias são negócios que deram certo e acabam replicados em modelos prontos. Mas na hora de investir o que vale mais a pena: começar sua própria empresa ou abrir uma franquia? Confira em nosso artigo.

Ter licença para utilizar uma marca, tecnologia e poder comercializar seus produtos ou serviços são condições firmadas em um Contrato de Franquia. Quem cede os direitos é chamado franqueador e quem recebe os direitos de uso é o franqueado. Segundo Ruy Barros, consultor do Sebrae, o modelo de franquia hoje é um dos mais bem-sucedidos do mundo.

 

“Serve para aquele empreendedor que não quer inventar a roda. Mas, apesar de ser um bom negócio, não serve para todos.”

 

Confira agora algumas vantagens de ter uma franquia:

– Marketing

Uma franquia necessita de um investimento menor em marketing quando comparamos a uma empresa própria. Isto acontece, pois, a maioria das franquias já são conhecidas no mercado.

 

– Compras coletivas

Compras em conjunto reduzem os valores dos produtos. “A negociação em rede beneficia a compra em escala. Até o preço dos uniformes tende a ser menor, conta Adir Ribeiro, CEO da Praxis.

 

– Facilidade de empréstimos

Se você ainda não possui todo o dinheiro para iniciar seu negócio, ter uma franquia pode facilitar muito o processo de empréstimo. “Conseguir crédito no banco para uma franquia é muito mais fácil e isso gera motivação. A franquia trabalha como órgão garantidor e o franqueado consegue uma linha de crédito especial” , relata Barros, consultor do Sebrae.

 

Porém, abrir seu próprio negócio também pode ser bem vantajoso. Como por exemplo:

– Potencial para expandir os negócios

“A chance de expandir o negócio é bem maior quando se tem uma marca própria. Você pode virar um franqueador. O risco é maior, mas o potencial de crescimento também aumenta”, afirma Cássio Spina, fundador da associação Anjos do Brasil.

 

– Criatividade e inovação

Caso o futuro empresário tenha um produto ou serviço que seja aceito no mercado, é melhor criar sua própria marca. Ribeiro conta que “O modelo favorece o empreendedor mais criativo, já que ele não precisará seguir padrões”.

 

– Liberdade na gestão

Os franqueados acabam sujeitos às regras de seus franqueadores e isto vale até mesmo para o local onde o negócio será instalado. Com uma empresa própria há mais liberdade para gerir seus negócios da forma que preferir.

 

Para entender qual formato de negócio é a melhor opção para você, é necessária uma avaliação criteriosa. Assim será possível saber qual o seu perfil e por onde seguir. Não importa qual seja sua escolha, é importante ter em mente que sonhar alto é o ponto de partida para o sucesso. Mas, sonhar não é o bastante. Também é preciso estabelecer metas e planejar seus passos para atingi-las com determinação e é claro, muito trabalho. Não existe uma receita pronta ou muito menos mágica. É necessário cumprir o básico para atingir o grandioso.


Gostou do nosso artigo? Quer saber mais sobre empreendedorismo e como gerenciar seu negócio? Venha tomar um café conosco! Entre em contato! Quer saber mais? Continue navegando pela nossa página!

Entre em contato e conheça mais do nosso grupo!

contato@meepe.com.br

Posts recentes

Entre em contato e saiba como participar da Meepe Networking contato@meepe.com.br ou preencha abaixo:

no responses
25/06/18 Negócios # , , , ,

Pense estrategicamente e seja o CEO do seu negócio!

Pense estrategicamente e seja o CEO do seu negócio!

O número de novos MEIs (microempreendedores individuais) vem crescendo muito nos últimos meses. De acordo com o Serasa Experian, 902.290 novos MEIs foram registrados de janeiro a junho de 2017, sendo o maior número desde 2010. Tem vontade de ser o CEO do seu próprio negócio? Saiba como em nosso artigo.

Os números mostram que mais pessoas estão apostando em suas ideias e realizando o desejo de empreender. A cada 10 empresas abertas no país atualmente, 8 são MEIs. Mas não podemos negar que existe uma grande diferença entre o fato de ser apenas dono de uma boa ideia e ser o CEO (responsável pelas estratégias) de um grande negócio. Para isso é necessário bom planejamento, o que tornará sua ideia um case de sucesso.

Confira algumas dicas para começar a pensar estrategicamente e não cometer erros comuns no empreendedorismo.

 

Se organize e retenha custos

Se organizar de forma efetiva e com retenção de custos é muito importante.Ter pessoas trabalhando para o seu negócio não é sinônimo de estabilidade. Manter uma faturação constante para contratar uma equipe de profissionais logo no primeiro ano da empresa pode ser uma tarefa difícil.

É necessário estudar seu negócio para que você economize tomando as decisões corretas e assim contenha o máximo de gastos que conseguir para poder contratar os profissionais realmente necessários para o seu negócio.

Caso tenha dificuldades nessa etapa, você pode contratar um administrador freelance. Ele irá analisar a empresa e opinar sobre a melhores escolhas para que seu negócio não perca dinheiro.

 

Conheça os níveis de administração nas empresas

É possível entender quais os níveis de administração de uma empresa através da pirâmide invertida. As organizações necessitam de três níveis de atividade. O segredo é sempre deixar no topo o nível estratégico.

fonte: http://mkt.workana.com

Mas o que isso significa? Apesar da parte operacional fazer sua empresa funcionar o nível estratégico será sempre o mais importante no seu negócio. Sendo assim é necessário que você se concentre nele para fazê-lo crescer.

 

Estratégico: estratégias de alcance do negócio, manutenção do relacionamento com o cliente, planejamento estratégico, investimento em marketing e abordagens diferenciadas.

Tático: organização tático-financeira, coordenação, supervisão de equipes.

Operacional: suporte, manutenção de redes sociais e canais de comunicação,venda, comércio e abordagem direta.

 

Pense estrategicamente!

Para sair de trás do balcão e assumir a posição de CEO da sua empresa é preciso que você foque na parte estratégica. E com isso é preciso delegar os trabalhos operacionais para as pessoas certas, sem que você tenha de lidar com todas as questões por conta própria.

Faça pesquisas, procure por tendências, avalie sua empresa e estude o mercado. Entenda seu cliente, o que ele pensa, o que ele faz e o que deseja antes mesmo que ele saiba. Este processo é primordial e após isso você estará pronto para investir nos serviços e produtos que irá oferecer. Muitas pessoas estão empreendendo, mas nem todas irão progredir como gostariam. É preciso gerenciar seu negócio de forma inteligente e efetiva.

Quer saber mais sobre como empreender e gerenciar seu negócio? Venha tomar um café conosco! Entre em contato! Continue navegando pela nossa página e tenha mais informações!

Entre em contato e conheça mais do nosso grupo!

contato@meepe.com.br

Posts recentes

Entre em contato e saiba como participar da Meepe Networking contato@meepe.com.br ou preencha abaixo:

no responses