Build your base

Alienum phaedrum torquatos nec eu, vis detraxit periculis ex, nihil expetendis in mei. Mei an pericula euripidis, hinc partem ei est.

BAURU             PIRACICABA            OURINHOS

Blog

Meepe / Dicas e Guias  / Impactos do coronavírus na economia e nos negócios
impactos do coronavírus na economia e nos negócios

Impactos do coronavírus na economia e nos negócios

Fronteiras e locais fechados, queda nas bolsas, eventos cancelados, quarentena e medo da recessão com o coronavírus. 


3D render of a medical image with virus cells

O que está acontecendo? 

O novo coronavírus, COVID-19, foi descoberto na China em dezembro de 2019. Desde então tem se espalhado pelo mundo. De acordo com as últimas informações da Organização Mundial da Saúde, atualizadas às 16h40 de quarta-feira (18/03), haviam 207.855 casos confirmados e mais de 9.000 mortes por Covid-19 em 166 países e territórios.

No Brasil, as secretarias estaduais de saúde informaram no dia 18.03, quarta-feira, 533 casos confirmados no Brasil em 20 estados e no Distrito Federal. Com mortes registradas no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Orientação das autoridades

Diante deste preocupante cenário, medidas estão sendo tomadas no mundo, incluindo o Brasil, para conter o contágio do COVID-19. A maior preocupação é com o número de leitos para atendimento, com a rápida proliferação, o atendimento de saúde público e privado não será capaz de atender a demanda. Sendo assim, a orientação para todos é ‘fique em casa!’. Claro que essa medida afeta drasticamente a economia.

Impactos do coronavírus na economia e nos negócios

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) reduziu a previsão de crescimento da economia mundial este ano, a expectativa é de um crescimento de 2,4%, o menor desde 2009, e claro, mencionou o coronavírus e as contrações na produção chinesa. Lembrando que a China é a segunda maior economia do mundo.

As parcerias comerciais estão prejudicadas, bolsas despencam no mundo todo, os valores do petróleo recuaram (mínima que não era registrada desde 2016) e empresas diminuem projeção de lucro.

No Brasil, fábricas como a da LG e unidades da Samsung e da Motorola, suspenderam a produção. Na exportação, a principal mudança percebida em curto prazo tem sido nos preços dos principais commodities vendidos pelo Brasil, as cotações de soja, minério e carne já diminuíram.

Os impactos no comércio são imprevisíveis, além de medidas maiores, como o fechamento de fronteiras, paralização de indústrias, cancelamento de grandes eventos esportivos e outros, também os pequenos comércios estão com o movimento em queda, ameaçando diminuir o quadro de funcionários e até fechar as portas por falta de clientes.

 

 Coronavírus no interior de São Paulo

No interior de São Paulo os efeitos colaterais já começam a aparecer, escolas, restaurantes, academias e outros estabelecimentos estão aderindo à regra do jogo.

Mas e agora, o empreendedor precisa parar? Muito pelo contrário, com a crise, vem novas oportunidades. Em algumas cidades, alguns restaurantes já aumentaram o investimento nas mídias sociais e alguns deles entregam pelo WhatsApp, telefone e aplicativos, o pedido com isenção da taxa de entrega.

O ideal é que cada um faça a sua parte, seja na forma de prevenção, como também consumindo dos produtores locais, dos comércios menores, para que a economia continue girando.

Agora é o momento de usar a criatividade e, de fato, o empreendedorismo. O nosso grupo de networking pode ajudar muito nessa situação, onde cada um pode trocar experiências e contribuir para a estabilidade do outro.

Vamos juntos nos reinventar e passar por mais este desafio.

E já que estamos num período em que é necessário o controle das emoções, confira nosso artigo sobre a importância da inteligência emocional para os negócios.

 Gostou do nosso artigo? Continue acompanhando, tem novidade por aqui.

Nenhum Comentário

Comentar esse Artigo