outubro 1, 2018

Empreendedorismo Feminino fortalece a economia

Empreendedorismo Feminino fortalece a economia

Hoje, 90% das posições de liderança corporativa são ocupadas por pessoas do sexo masculino. Em contrapartida, as mulheres somam 51,5% dos empresários iniciais do país. Isso mostra que as mulheres têm criado cada vez mais coragem para abrir um negócio. Saiba mais!

O empreendedorismo feminino tem ganhado força no Brasil. De acordo com uma pesquisa da RME (Rede Mulher Empreendedora) realizada com 1,3 mil mulheres no país, 85% já são empreendedoras e 15% pensam empreender.

Já a Pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM) em parceria com o Sebrae mostrou que a taxa de sucesso do empreendedorismo feminino de empresas com até três anos e meio de existência ficou em 15,4% frente aos 12,6% entre os homens.  Essa persistência feminina é afirmada pelo estudo realizado pelo The Boston Consulting Group. Segundo ele, startups fundadas por mulheres faturam mais do que as empresas fundadas por homens. Para cada dólar de financiamento, as startups fundadas por mulheres geram 78 centavos, enquanto as fundadas por homens rendem menos da metade disso (apenas 31 centavos).

 

Dificuldades

Qualquer pessoa que abre um negócio encontra dificuldades. Mas quando falamos de mulheres, além dos problemas comuns também há um passado que desacelera seu crescimento e sua evolução.

Muitas mulheres acabam desistindo do sonho de empreender por pensar que devem usar seu dinheiro em gastos com a família, por exemplo. Isso é causado pela atribuição de ‘cuidadora’ às mulheres, algo que está presente em nossa cultura. Porém, esse cenário vem mudando nos últimos anos.

 

Liderança feminina

Criar ambientes amigáveis, onde homens e mulheres possam conversar sobre suas experiências é fundamental para o empreendedorismo feminino.

“O empreendedorismo feminino vai fortalecer a economia e todos têm que participar desse processo: tomando consciência, dialogando e direcionando recursos para as mulheres que estão abrindo novos negócios”, conta Luis Gonçalves, Vice-Presidente Sênior e Gerente Geral da Dell.

Daniela Karam, Gerente de Marca e Marketing explica que as mulheres vêm avançando e crescendo no mercado:

 “Estamos em um momento em que o empoderamento feminino tem ajudado a quebrar paradigmas e estimular mulheres a abrirem o próprio negócio. E isso tem se refletido em nossa própria base, que hoje já é de maioria feminina”.

Um levantamento realizado pela Nuvem Shop mostra que o segmento de moda possui o maior volume de líderes mulheres com 64%, seguido de saúde e beleza com 58%, casa e decoração com 45% e eletrônicos com 23%.

“As mulheres são a maioria da população brasileira e têm uma atuação muito impactante na economia. Uma empresa não pode mais ignorar esse recorte”, finaliza Luis.


Gostou do nosso conteúdo? Quer alavancar os resultados de sua empresa? Venha tomar um café conosco! Entre em contato!

Entre em contato e conheça mais do nosso grupo!

contato@meepe.com.br

Posts recentes

Entre em contato e saiba como participar da Meepe Networking contato@meepe.com.br ou preencha abaixo:

Negócios # , , , , ,
Share: / / /

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *