Março 19, 2018

Aprenda a gerenciar melhor o seu tempo e seja mais produtivo!

Aprenda a gerenciar melhor o seu tempo e seja mais produtivo!

Quantas vezes você já foi interrompido quando estava fazendo alguma tarefa em seu ambiente de trabalho? Provavelmente uma centena de vezes, não é mesmo? Você já parou para pensar que esse tipo de situação atrapalha totalmente o planejamento que você fez para o seu dia? Em nosso artigo vamos falar sobre uma pesquisa realizada por uma professora da University of Califórnia de Irvine, que apresenta como as distrações e interrupções nos atrapalham diariamente. Continue lendo o nosso artigo para saber mais!

Você está concentrado e o seu colega te chama para checar uma informação? Parece que depois demora um certo tempo para a concentração voltar. De acordo com a professora Gloria Mark, especialista em efeitos de distrações e interrupções no escritório, a jornada de trabalho tem mais a ver com minutos do que com horas.

Como assim? Isso mesmo! A nossa jornada de trabalho tem mais a ver com minutos do que horas! Geralmente pensamos em nossa rotina como dias trabalhados. Mas, segundo a especialista o que impacta a nossa produtividade são os minutos trabalhados (sendo mais específico, os minutos seguidos que trabalhamos).

Em uma entrevista para a Gallup, Gloria afirma que após observar e literalmente cronometrar as rotinas de diversos funcionários, descobriu que o tempo médio que as pessoas passam fazendo algo antes de uma interrupção é de apenas três minutos e 5 segundos. Ou seja, em muitos ambientes, esse é o máximo de tempo que as pessoas permanecem concentradas em algo (EXAME).

Ao ler essa informação, você pode confundir as pausas (ou “breaks”) com distrações. No entanto, são coisas distintas. Para a pesquisadora, as distrações ou interrupções pegam as pessoas de forma desprevenida, tirando-as inteiramente do foco da atividade. Diferente das pausas que são focadas e planejadas.

 

“As distrações podem ser dos mais diferentes tipos e não se restringem as causas de fatores externos, como e-mails constantes, telefonemas e colegas de trabalho que chegam na sua mesa com “perguntas rápidas” que levam toda a manhã (GLORIA MARK).

 

 Para a especialista, em 44% das vezes a interrupção vem do próprio indivíduo. Por exemplo, “você acha que fica na frente do computador por muito tempo, mas não é verdade. Normalmente está ali brevemente antes de fazer outra coisa.”, afirma.

 

Mas, por que isso acontece?

Gloria afirma que isso está relacionado com a teoria da gratificação instantânea, em que as pessoas têm uma dificuldade natural em adiar as coisas que dão prazer imediato. “Mas se a razão para isso ainda não é clara, o custo das interrupções é: a troca incessante de tópicos causa estresse e atrasa (ou impede) a realização de tarefas que poderiam ser muito mais rápidas”, explica.

Ainda de acordo com a pesquisa, são cerca de 25 minutos para voltarmos a nossa atenção para alguma atividade, depois de termos parado. Ressaltando que a tarefa de se concentrar novamente na atividade que estávamos fazendo exige um esforço cognitivo (o que gera estresse), fora o “trabalho invisível” – aquele que seus colegas não veem, como trabalhar fora do expediente ou durante o fim de semana para manter-se em dia com as demandas.

 

Como posso melhorar isso?

Para a pesquisadora a melhor maneira é ter:

Autoconhecimento

A dica é simples, para evitar as distrações é importante sabermos como lidamos em nosso espaço de trabalho. Pense em qual local você se distrai menos, em qual local você irá mexer menos nos eletroeletrônicos etc. Em qual ambiente você costuma ser mais produtivo e coloca limite no uso de internet, conversas paralelas etc. Dessa forma você saberá qual a melhor maneira para se distrair menos e produzir mais em seu dia.

Se você tem problemas com distrações no seu ambiente de trabalho, esperamos que esse artigo tenha sido útil para você! Toda semana trazemos um conteúdo do mundo dos negócios! E o melhor: discutimos em nossas reuniões! Quer saber como funciona?  Entre em contato conosco!

Entre em contato e conheça mais do nosso grupo!

contato@meepe.com.br

Posts recentes

Entre em contato e saiba como participar da Meepe Networking contato@meepe.com.br ou preencha abaixo:

Dicas e Guias # , , , ,
Share: / / /

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *